quarta-feira, 15 de julho de 2009

História do rock and roll e Agostinho dos Santos

Por Kid Vinil.

Muita gente me sugeriu essa pauta para a coluna no Yahoo! e o interessante é que meu próximo livro contará a história do rock brasileiro desde seus primórdios. Resolvi então fazer um briefing dessa longa história aqui.
PUBLICIDADE

O rock brasileiro começa em meados da década de 50 com os cantores de música popular gravando rock and roll. Uma das primeiras gravações é “Rock Around The Clock” com Nora Ney, cantada em inglês. Depois outros cantores de samba e bossa nova enveredaram pelo rock, como,Agostinho dos Santos e Cauby Peixoto. Na verdade, os primeiros com postura e atitude rock and roll foram Tony e Celly Campello. Na década de 60 veio a Jovem Guarda, com Roberto Carlos, Erasmo Carlos e Vanderléa.

Em seguida veio a Tropicália, que muita gente questiona se foi ou não um movimento ligado ao rock brasileiro. Com certeza foi e talvez tenha sido um dos movimentos mais importantes na música do Brasil, depois da Bossa Nova. Mutantes acompanhavam Gil, Caetano e Ronnie Von. Gal Costa trazia em sua banda Lanny Gordin, um dos melhores quitarristas de rock que já se ouviu por aqui. Além disso, tinham os arranjos psicodélicos e geniais do maestro Rogério Duprat. Os cinco primeiros discos de Gal Costa - lançados entre 1969 e 1973 - provam porque ela era chamada por alguns de Janis Joplin brasileira.

"Muito interessante essa coluna do Kid Vinil, porque realmente vemos a importância do mestre Agostinho com a música popular brasileira, seja ela bossa nova, samba, bolero, forró...
A música de Agostinho realmente sempre esteve presente em todos patamares da música brasileira"

Um comentário:

  1. Bacana o blog!!
    Gostei bastante da imagem do layout.

    Abraço!!

    musicaecerveja.blogspot.com

    ResponderExcluir